30 outubro, 2008

Grávidas

Meu barrigão!








Fotos: Blog Oficina de Estilo


A gravidez altera o corpo, a mente e os hormônios da mulher. Isso é fato! É um verdadeiro turbilhão de mudanças.

Muitas mulheres não curtem esse momento. Acham-se feias, indispostas, gordas etc. Já ouvi declarações do tipo: "Eu amo ser mãe, mas gravidez é muito ruim".

Sei lá. Acho estranho isso. Para mim, tudo tem sido maravilhoso. Não sei se porque não tive nadica de enjôo, mal estar, tontura, prisão de ventre etc. Só senti as emoções de perceber meu baby crescendo e se mexendo dentro de mim. É maravilhoso!

Tudo bem que agora no finalzinho, não há como negar, você, às vezes, se depara com aquelas curvas todas e se assusta um pouco. rs. Mas, faz parte. Existe vida após a gravidez. Carolina Dieckman que o diga. rsrs.

Conheço pessoas que bebem água quando sentem fome na gravidez para não engordar muito. Não vale nem a pena comentar isso. Acho uma tremenda maldade! Gravidez não é período de fazer regime.

A primeira lição que a maternidade nos ensina é a da renúncia. Como se disséssemos: "Eu renuncio meu corpinho em forma, minha liberdade, minha alimentação, filho, para poder te acomodar com bastante conforto. Fique à vontade! A casa é sua!".

Por outro lado, não é também para colocar o bebê em risco engordando desesperadamente e deixando a saúde em segundo plano. Também não concordo com mulheres que ficam parecendo monstros. Não cuidam do cabelo, da pele, etc. Não custa nada passar creminho na barriga para evitar estrias, usar um perfuminho, passar um corretivo para diminuir as olheiras, comprar umas roupinhas legais etc. Você continua sendo mulher, afinal de contas!

Eu descobri na gravidez que é possível se sentir linda estando rechonchudinha. rs. Acho que a mulher fica radiante, plena, serena, confiante etc. Isso acaba refletindo na sua imagem, fazendo com que torne-se mais bonita.

Agora, na reta final, dá uma ansiedade de querer ver a carinha do baby, pegar ele no colo, dá um monte de beijinhos no pescoço e nos pezinhos etc. Mas, ao mesmo tempo, vai começando a dar uma saudade da barriga, de conversar com ele e senti-lo mexendo, de fazer carinho e de brincar com ele (sim! Eu fico "empurrando" o pezinho dele!). Tenho certeza que lembrarei com muita saudade e alegria dessa fase. Ela é inesquecível!

Afinal, dentro de mim tem um presente muito especial, que não tem preço. Alguém que ainda não chegou, mas já mudou minha vida por completo e encheu meu coração de amor.

Bjnhs
Até!

5 comentários:

Ozyy disse...

oi Eve, acabei de enviar seu presente. agora é só esperar. Ah! não repare p o embrulho. é q deu um trabalhão p embrulhar e tive q tirar até o papel de presente. Mas uma coisa eu garanto: ele foi cheio de amor e carinho. bjs.

Eveline disse...

Oi Oziane!

Tô roendo minhas unhas. rs. Muito obrigada pelo carinho e pelo presentinho. Tenho certeza de que vou gostar, já que sei que foi enviado com muito amor e carinho.

Bjnhs

Sara Cristy, Rio de Janeiro, Brasil disse...

Oi Eveline !


É verdade, depois dá uma saudade
do barrigão...
Mas com o baby nos braços, tudo se resume em amor...
E a saudade da barriga...é só encomendar outro..(rs rs)
Qual o nomezinho dele, já escolheu?
bjs

Tia Dulce Moraes disse...

Ai que barrigão lindo!!!!!!!!!1

Parabéns!!!!!
Fico feliz pelas suas palavras de incentivo, acho que vou precisar delas quando o Senhor me presentear com um baby também (vai demorar um pouquinho... eu ainda tenho medo rsrssrsr) Fico muito insegura em ser mãe pela vida corrida que enfrento, ou mudo totalmente, ou crio o bebê no nosso ritmo.

Parabéns mais uma vez!
Que o Senhor continue iluminando enchendo de bençãos esse bebê que já é um vitorioso no Senhor!

A paz querida!

Bjknhs

ZipFlog disse...

Oi Eveline, tudo bem?
Fiz uma pesquisa no Google, e acabei caindo no seu blog... você tem orkut?
Vou deixar aqui o link e o motivo pelo qual acabei caindo aqui... se você puder nos ajudar, agradeço!
http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=22636&tid=5264521133655371169&start=1

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails